Membros discutem situação do Rio Passo Fundo

Trabalho de monitoramento da qualidade das √°guas superficiais do Rio Passo Fundo e Arroio Santo Ant√īnio s√£o apresentadas durante reuni√£o do Comit√™ Rio Passo Fundo

  

¬† ¬† A reuni√£o ordin√°ria do Comit√™ Rio Passo Fundo, ocorrida no dia 28 de agosto, contou com a presen√ßa de Gisele Rebelato, bi√≥loga da Acau√£ Consultoria, empresa que vem desenvolvendo trabalhos de monitoramento da qualidade das √°guas superficiais do Rio Passo Fundo e Arroio Santo Ant√īnio, al√©m de a√ß√Ķes de educa√ß√£o ambiental com escolas do munic√≠pio de Passo Fundo. O trabalho de monitoramento vem sendo realizado desde o ano de 2014, por meio do edital publicado e financiado pelo PRODIN (Programa de Desenvolvimento Integrado do Munic√≠pio de Passo Fundo), o qual integra diversas a√ß√Ķes de melhorias estruturais no munic√≠pio.

¬† ¬† ¬† Gisele conta que s√£o analisados 5 pontos ao longo do Rio passo Fundo e 3 no arroio Santo Ant√īnio e os resultados s√£o alarmantes. Para as an√°lises s√£o utilizadas 19 vari√°veis, dentre elas, coliformes totais e termotolerantes, s√≥lidos, temperatura e turbidez. Foi diagnosticado elevada concentra√ß√£o de coliformes em ambos os corpos h√≠dricos que chegam ao per√≠metro urbano como ‚Äúclasse 3‚ÄĚ e evoluem para ‚Äúclasse 4‚ÄĚ, segundo resolu√ß√£o do CONAMA, que enquadram os recursos h√≠dricos.

¬† ¬† ¬† Confirmando a baixa qualidade das √°guas superficiais do Rio Passo Fundo e Arroio Santo Ant√īnio, o IQA (√ćndice de Qualidade da √Āgua) mostra os resultados que classificam os dois recursos h√≠dricos em qualidade m√©dia a ruim. ‚ÄúEsses resultados confirmam que existe uma degrada√ß√£o ambiental da qualidade da √°gua nos corpos h√≠dricos analisados e um dos principais problemas √© o lan√ßamento de efluentes clandestinos‚ÄĚ, afirmou uma das respons√°veis pelo estudo.

¬† ¬† ¬†Aliado ao monitoramento das √°guas superficiais, a Acau√£ Consultoria vem desenvolvendo desde o in√≠cio de 2015, a√ß√Ķes de educa√ß√£o ambiental com 9 escolas situadas nas proximidades do Rio Passo Fundo e 1 no Arroio Santo Ant√īnio. S√£o realizadas capacita√ß√Ķes com os professores das escolas sobre os processos de educa√ß√£o ambiental e a import√Ęncia do meio ambiente, e a partir disso, cada escola planeja uma a√ß√£o para desenvolver com a comunidade escolar.

¬† ¬† ¬† Outro assunto abordado durante a reuni√£o foi as vagas de representa√ß√£o em conselhos e c√Ęmaras t√©cnicas no √Ęmbito regional, estadual e nacional assumidas neste ano pelo Comit√™ Rio Passo Fundo, bem como, as que j√° vinham sendo exercidas anteriormente. Foram conquistadas vagas como titular do Conselho Estadual de Recursos H√≠dricos, (CRH) e C√Ęmara T√©cnica de Programa√ß√£o e Or√ßamento e Acompanhamento de Projetos do FRH/RS (CTPA), al√©m da supl√™ncia na C√Ęmara T√©cnica de Assuntos Institucionais, Jur√≠dicos (CTIJ), e titularidade no Conselho Estadual de Saneamento (CONESAN).

¬† ¬† ¬† O Comit√™ Rio Passo Fundo conta, ainda, com a participa√ß√£o na C√Ęmara T√©cnica do Uruguai (CTU), Coordena√ß√£o Adjunta do F√≥rum Ga√ļcho de Comit√™s e por sua consequ√™ncia, representa√ß√£o no F√≥rum Nacional de Comit√™s de Bacias Hidrogr√°ficas. Al√©m das representa√ß√Ķes a n√≠vel estadual e nacional, o Comit√™ Rio Passo Fundo possui voz nos f√≥runs regionais, como na Coordena√ß√£o Colegiada do F√≥rum da Agenda 21, Assembleia Permanente Pela Preserva√ß√£o Ambiental (APPA) e Conselho Consultivo do Parque Natural Municipal de Sert√£o.